Quinta-feira, 23/11/2017. Boa tarde. Seja Bem-vindo(a)!



Notícias

Audiência Publica debateu futuro do Patrimônio Histórico Ferroviário.

27/04/2014

Na noite de ultima  sexta-feira,  dia 25 de abril,  foi realizada na Casa de Cultura de Marcelino Ramos  uma Audiência Publica para debater o recebimento  por parte do Municipio de Marcelino Ramos  de imóveis e bens que hoje fazem parte do patrimônio ferroviário.

O encontro contou com a presença de aproximadamente 50 pessoas  e foi extremamente positivo,  pois  naquele momento foi apresentado por parte da Associação dos Amigos da Ferrovia e da Prefeitura Municipal um projeto que deverá ser implantado naquele local.

O Projeto deverá contar com um Centro Multiuso, servindo como local de venda de artesanato e sala de eventos, além um Museu Ferroviário. No entorno deverá ser construída uma ciclovia, local para caminhadas e um ancoradouro para barcos.

Outras ações serão voltadas a reativação do girador e aquisição de  um trem com  vagões,  o que possibilitará  no futuro o passeios entre a cidade e o Parque Teixeira Soares, e quem sabe até outros municípios  como Viadutos, Gaurama ou até mesmo Erechim.

O projeto é extremamente audacioso e demanda de grandes investimentos para ser totalmente  implantado, mas nada impede de que ele seja  executado aos poucos  sendo estabelecido  um cronograma de execução.

Na Audiência Publica o aceite por parte do Município deste Patrimônio  foi aprovado por unanimidade,  e servirá de  base para o pedido junto ao IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Na oportunidade o Prefeito Municipal Juliano Zuanazzi  demonstrou satisfação e empolgação com o Projeto que foi apresentado, apenas deixou bem claro a Comunidade presente no encontro que no momento o Municipio não dispõe de recursos financeiros  para encampar sozinho este Projeto, necessitando de Parceiros ou liberação de recursos Federais ou Estaduais para sua implantação.

A utilização de recursos próprios  dificultaria  a manutenção de setores importantes como saúde, educação e infra-estrutura. Para tanto alternativas financeiras estarão sendo buscadas através da Lei Ruanet  e nos Ministérios.

A aprovação por parte da Comunidade  foi mais um passo dado em direção a liberação  deste Patrimônio  que tem uma grande ligação com a história de Marcelino Ramos.